Selling online course before creating one

Vendendo curso

Vender o curso que criou é o objetivo final de todo criador de infoprodutos, mas há uma situação indesejável que muitos empreendedores digitais enfrentam, que é criar um curso online que ninguém compra.

Sem dúvida, ninguém planeja criar um produto digital que não venda.  Mas, pode acontecer quando a demanda pelo seu curso não é validada antes de criá-lo.

Geralmente, o processo de criação e lançamento de um curso online é mais ou menos como vamos citar abaixo. Talvez você sem identifique com as seguintes etapas:

1 – Você tem uma ideia para um curso online, então se esforça para criá-lo porque acredita que seu tema é épico.

2 – Logo você gasta algum dinheiro para gravar vídeo-aulas e editar seu conteúdo.

3 – O seu comprometimento é grande e você passa várias semanas, talvez até meses, desenvolvendo seu curso online.

4 – Você cria uma página de vendas e começa a promover seu curso, na esperança de vendê-lo para centenas de pessoas.

Mas, apesar de todos os seus esforços, ninguém compra seu curso. O lançamento é um fracasso total. Todo o tempo e esforço que você dedicou criando seu curso foram desperdiçados.

Realmente, uma situação que você não deseja passar, certo? Mas, se você já passou por isso antes, saiba que não está sozinho. E, a boa notícia é que você não precisa passar por isso novamente.

A maneira de evitar a criação de um curso online que ninguém tem interesse em comprar é vendendo seu curso antes de criá-lo.

Essa abordagem costuma ser chamada de pré-venda e é uma das melhores formas de não perder tempo criando um curso que ninguém está disposto a pagar.

Por que vender curso online antes de criá-lo?

Vender algo antes de criar não é um conceito novo. Pessoas e empresas de todo o mundo pré-venderam vários produtos e serviços antes de se comprometerem a criá-los.

Ao fazer isso, eles estão validando a demanda por suas ideias antecipadamente, antes de investir o tempo e os recursos necessários para criá-las.

Crowdfunding é um exemplo perfeito. Graças a algumas plataformas de “vaquinha online”, empreendedores podem apresentar suas ideias ao mundo e arrecadar dinheiro antecipadamente para financiar sua criação.

Se conseguirem apoios suficientes podem prosseguir com o projeto e já obter os primeiros clientes!

Mas, se eles não atenderem aos requisitos de financiamento, muitas vezes podem se dedicar em melhorar ou refinar sua ideia, sua estratégia de marketing ou até mesmo abandonar totalmente o projeto.

Então, se ninguém está disposto a pagar por seu curso online, a demanda não foi validada. Infelizmente, a etapa de validação do tema do curso é ignorada por muitos criadores de produtos digitais.

Benefícios da pré-venda do seu curso online

Saiba que a pré-venda do seu infoproduto é fundamental para seu sucesso. Aqui estão alguns dos principais benefícios de vender curso online antes de criá-lo:

Poupe seu tempo e recursos

A criação de um curso online pode rapidamente se tornar um empreendimento que consome muitos recursos. É importante garantir que o tempo e o dinheiro que você colocará nesse projeto sejam melhor utilizados.

Ao pré-vender seu curso, você minimiza o risco de gastar seu tempo e dinheiro em um projeto fracassado, resultando em oportunidades perdidas de expandir seus negócios de outras maneiras.

Autofinancie a criação do seu curso online

Ao vender curso online com antecedência, você pode usar a receita dessas vendas para financiar a criação e promoção de seu curso, resultando em zero despesas.

Quanto mais cedo você envolver seu público-alvo na validação e criação do seu curso online, mais cedo poderá criar algo que atenda as necessidades deles (em vez de criar o que você acha que eles vão querer).

Construa sua lista de clientes

Promover seu curso antes de criá-lo permite que você crie uma lista e-mails de clientes. Quando seu curso online estiver pronto, você pode simplesmente enviar um e-mail para as pessoas que pagaram por ele e pronto, você terá sua primeira turma de alunos.

Não saber se alguém vai se interessar pelo seu curso é uma desculpa comum para atrasar sua criação. No entanto, conseguir sua primeira turma de clientes antes de criar seu curso é um grande motivador para realmente criá-lo.

Quando você sabe que as pessoas que pagaram estão esperando que você o crie, é mais provável que você prossiga com seu projeto de desenvolvimento de conteúdo.

O dinheiro em mãos é a validação definitiva do mercado. Sem clientes = sem validação.

Como validar a demanda para o tema do seu curso online

Aqui estão duas estratégias para validar a demanda por seu curso online antes de você investir uma quantidade significativa de tempo e recursos para criá-lo:

Vender curso online antes de criá-lo (pré-venda)

Nesse cenário, você cria um título para o curso e um esboço do conteúdo que pretende incluir nele. Em seguida, você apresenta o título e o esboço do curso ao seu público-alvo em um vídeo, por exemplo.

Defina um preço para seu curso online e anuncie que será lançado em breve. Além disso, tenha uma meta de vendas específica em mente que justifique a criação do curso.

Por exemplo, se você planeja cobrar R$ 300 por seu curso, você pode definir a meta de conseguir 10 clientes para ganhar R$ 3.000 em vendas, antes de se comprometer em criá-lo.

Se você não conseguir conquistar 10 clientes, basta reembolsar a compra e explicar a eles que simplesmente não houve interesse suficiente em seu curso para justificar sua criação.

Você pode usar a plataforma EAD Genius para criar a página de vendas do seu curso online, avisando que ele será lançado em breve. Assim poderá receber os pagamentos. Mas deixe claro que o curso ainda não foi criado.

A Genius reúne os melhores recursos para você lucrar com a venda de seus cursos online. Nela você pode escolher como cobrar seus clientes. A venda é integrada com Pagar.me, PagSeguro e Hotmart, bem como os meios tradicionais de pagamento (boleto e cartão de crédito).

Dessa forma, com a demanda da ideia do seu inforproduto validada, você pode criar um treinamento para sua primeira rodada de clientes.

Mas, atenção ao vender curso online!

Se você vender curso online antes de criá-lo, esteja preparado para realmente criá-lo dentro do prazo informado aos seus clientes. Certamente, se você não der a eles o que foi prometido, não demorará muito para que as reclamações e os pedidos de reembolso comecem a chegar.

No geral, essa não é uma boa situação para se estar. Alguns comentários negativos sobre você podem realmente prejudicar sua reputação e diminuir a probabilidade das pessoas comprarem algo de você no futuro.

Lançar um curso piloto

Outra abordagem é criar um produto mínimo viável (MVP). Às vezes chamado de curso piloto, essa seria apenas a primeira versão de um curso que você pretende melhorar (e, eventualmente, cobrar mais) no futuro.

Você sabia que as emissoras de TV usam essa estratégia o tempo todo. Antes de se comprometerem em produzir uma série inteira, eles criam um episódio piloto para servir de teste para avaliar se a série terá sucesso.

Se o piloto fracassar, ou seja, não ter audiência, a TV geralmente abandona o projeto, economizando milhões em custos de produção e marketing.

Então, o objetivo de criar um curso online piloto é comprovar que as pessoas estão dispostas a pagar pelo seu infoproduto. Sem dúvida, essa será uma boa oportunidade para obter feedback e depoimentos de seus clientes.

Ao coletar essas informações, você pode começar a melhorar seu curso refinando seu conteúdo ou adicionando treinamento e recursos adicionais nele.

Por quanto vender curso online piloto?

Venda seu curso piloto por um preço inferior ao que você pretende cobrar. Lembre-se de que seu curso piloto é o produto mínimo viável.

Então é justo oferecer ao seu primeiro grupo de clientes um preço reduzido para que se inscrevam nele. Uma boa dica é colocar um limite no número de pessoas que podem se inscrever.

Conforme você aprimora seu curso e / ou adiciona mais conteúdo a ele, e conforme coleta mais depoimentos positivos de clientes que concluíram o curso, você pode aumentar o preço.

Muitos criadores de produtos digitais lançam seu curso piloto configurando uma programação de gotejamento para dar aos clientes acesso a um novo vídeo de treinamento todas as semanas durante um período de 4 semanas.

Além disso, alguns incluem textos em pdf para download e acesso a um grupo privado no Facebook para que os clientes obtenham suporte adicional.

3 estratégias de marketing para vender curso online

Para atrair clientes interessados em comprar seu curso online, mesmo antes de ser lançado, é preciso usar algumas estratégias de marketing. Portanto, use todos os recursos que você puder, desde anúncios no Facebook a marketing por e-mail. A seguir, algumas dicas.

1 – Participe de conversas nas redes sociais

Procure descobrir onde seu público passa mais tempo e participe dessas conversas, seja no Facebook, Instagram, LinkedIn ou outra plataforma.

Por exemplo, digamos que uma das principais preocupações enfrentadas pelos seus potenciais clientes seja escrever artigos de qualidade para blogs.

Se você criou um curso online compartilhando maneiras infalíveis de escrever textos para blogs, você pode ingressar estrategicamente em grupos relevantes no Facebook que tratem desse tema.

Essa rede social concentra muitos empreendedores digitais interessados em aprimorar suas técnicas de criação de conteúdo para blogs. Portanto, essa é a oportunidade perfeita para interagir com eles, respondendo dúvidas sem oferecer nada em troca.

Se você é um especialista em redação para a Internet e conquistou seguidores no Instagram ou no Facebook, são nessas redes sociais que você deve oferecer dicas úteis.

Depois de iniciar conversas, você certamente poderá mencionar seu curso como um recurso de valor. Essa é uma ótima maneira de captar a atenção do seu público-alvo e construir relacionamentos duradouros para vender curso online.

2 – Dê vida ao seu curso online com vídeos

Como você provavelmente sabe, as pessoas estão assistindo a vídeos mais do que lendo. Por isso você deve considerar adicionar histórias, entrevistas e vídeos de instruções dentro do seu curso online para atrair ainda mais interesse.

Não há melhor maneira de impulsionar seus negócios e multiplicar o impacto do seu vídeo do que a transmissão ao vivo. Por exemplo, ao vender seu curso online através da plataforma EAD Genius, você terá acesso a ferramentas para fazer lives para seus clientes pagantes.

Mas, enquanto você estiver no processo de pré-venda do seu curso, faça lives no Youtube, Facebook ou Instagram. Escolha a plataforma onde seu nicho de mercado mais se concentra.

3 – O e-mail não está morto

O e-mail é uma forma poderosa de divulgar e vender curso online. Se você tem uma lista de e-mails, use-a! Embora as taxas de abertura estejam diminuindo com o tempo, experimente algumas dicas simples para fazer com que as pessoas abram seus e-mails.

  • Adicione um GIF no topo de sua mensagem de e-mail para que seja a primeira coisa que seus leitores vejam. Certifique-se de que o GIF esteja alinhado com sua mensagem. Para isso, use o EZGIF uma ferramenta gratuita.
  • Simplesmente adicionar as palavras [Assista ao vídeo] no título do assunto do e-mail já desperta a curiosidade das pessoas. Mas, certifique-se de incluir o vídeo que você prometeu no título do assunto!
  • Através de uma sequência de e-mails, convide as pessoas para se inscreverem em seu curso online!

Agora é a sua vez de vender curso online sem erro!

Sei que pode parecer contra-intuitivo tentar vender algo antes de criá-lo, mas acredite, isso funciona mesmo! É muito melhor apresentar sua ideia de curso online ao seu público-alvo e descobrir que eles não estão interessados ​​do que gastar uma quantidade significativa de tempo e dinheiro criando um curso online que ninguém vai comprar.

Se ninguém mostrar interesse no tema do seu infoproduto, simplesmente teste outro tema. Outra opção é encontrar um público-alvo diferente. Às vezes você tem um bom tema, mas apresentou para as pessoas erradas.

Por exemplo, lançar um curso sobre como cozinhar um ótimo bife para um grupo de vegetarianos é um exemplo de incoerência entre o tema do curso e o público-alvo.

Como citamos, o lançamento de um curso piloto também funciona bem. Em vez de trabalhar sozinho para criar o conteúdo que você acha que é o melhor para o seu público-alvo, você pode envolver seus potenciais clientes nesse processo de criação.

No momento em que você lançar a versão aprimorada e completa do seu curso online a um preço mais alto, você saberá que será um grande sucesso porque você o criou com base no feedback de clientes reais.

Share this content

Share on facebook
Share on linkedin
Share on twitter
Share on email

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Comments

    Join the VIP List

    Get exclusive content

    See more

    ®2022 Genius 2be | All rights reserved​